Follow by Email

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Helena Sarmento canta na Livraria Lello

Há passos felizes! A fadista Helena Sarmento gravou o tema “Fado dos Meus Passos”, um dos vídeos de promoção do seu disco “Fado Azul”, na Lello e, no próximo dia 13 de Outubro, às 21.30 horas, irá actuar numa das mais belas livrarias do mundo.
Quis o destino [ou o fado] que Helena Sarmento fosse convidada para cantar no âmbito da apresentação do livro “Ao Fado Tudo se Canta?” do também fadista, compositor, letrista, escritor e editor Daniel Gouveia. A obra resulta «de 5 anos de trabalho, resumindo 40 anos de reflexões, conversas e investigações sobre o tema». Entre as diversas abordagens efectuadas pelo autor, destaque para a «análise de todas as teorias actuais para as origens do Fado; revelação e publicação de pautas com fados do séc. XIX e princípio do séc. XX (tocadas nos exemplos musicais); propostas para definir as fases de evolução do Fado e dos fadistas; análise dos procedimentos poéticos e de classificação dos fados Tradicionais e do Fado-Canção; o bem cantar e o mal cantar o Fado; as relações do Fado com o Tango, o Bolero e o Flamenco; a revelação de um plágio feito por compositores argentinos de Tango a “O Cochicho” e, ainda, uma menção ao fado e Canção de Coimbra».
«Estou encantada com este convite! O Porto é a minha cidade do coração e a livraria Lello é um dos lugares mais simbólicos da Invicta. É um local magnífico e extremamente acolhedor, perfeito para esta simbiose entre livros e música», explica Helena Sarmento, acrescentando que «a ideia de filmar lá um dos meus vídeos promocionais foi sobretudo emocional. É de facto um espaço que me fascina. Depois, a simpatia imensa com que fui convidada para este evento por Antero Braga e Daniel Gouveia, torna o momento muito especial. Sinto-me em casa!».

 Esta é uma oportunidade para conhecer o primeiro disco de Helena Sarmento e de contactar com Daniel Gouveia, na qualidade de autor de uma obra fundamental para melhor se compreender este género musical, candidato a património da humanidade.
Duas gerações que se cruzam em nome do Fado, numa noite de Outono, na livraria mais bela do mundo! A entrada é livre.

O próximo concerto, em Penedono